Artigos e Projetos


Artigos

O que ando escrevendo por aí
16 de julho de 2018

Conhecimento vivo, #devir37

Vivemos frequentando os mesmos lugares. Não importa o endereço, a maior parte deles são os mesmos, organizados do mesmo jeito, topologicamente viciados no movimentar que condiciona […]
9 de julho de 2018

Somos o primeiro de uma nova espécie social, #devir36

– Estou no presente? No início? De onde… do que? Sócrates não entendia como podia ainda estar vivo. Mas vivo em qual tempo? Memórias embaralhadas por […]
2 de julho de 2018

Antítese Fotográfica, #devir35

Quando abro meus olhos, vejo o espaço. Não há passado ou futuro. Não há possibilidades ou probabilidades. Apenas uma permanente contemporaneidade com o que está se […]
25 de junho de 2018

Os mais evoluídos bichos espirituais, #devir34

Manuel tinha uma vida considerada por muitos como exemplar, perfeita. Alguns diziam que ele tinha um “quê” de divino, mistérios e segredos ocultos que rodopiavam em […]
18 de junho de 2018

Impossível de acontecer, #devir33

No início, queríamos apenas ser mais populares, conquistar mais curtidas e seguidores. Era nosso ganha-pão. Com milhões de pessoas nos acompanhando éramos remunerados pela visualizações das […]
11 de junho de 2018

Criador de mundos, #devir32

Odã nasceu no continente africano. Certo dia, estando junto com seu pai cuidando das plantações, recebeu uma visita inusitada. Nando, como Odã, tinha apenas 8 anos, […]
4 de junho de 2018

Somos quem podemos ser? #devir31

Não estou falando de quem é realmente muito famoso, rico ou tenha muito poder. Todas essas coisas somente alguns podem ser mesmo, ainda mais em uma […]
28 de maio de 2018

Desliberdade, #devir30

– O seu problema é que você está com os olhos fechados para as desigualdades! – Como assim? De forma alguma? Todos devem ter igualdade para […]
21 de maio de 2018

Ecce hominibus lux, #devir29

Na caverna secreta da cova dos leões; resistindo ao controle; bombeando sangue para minha humanidade. Talvez, meus últimos minutos, minhas últimas reflexões nesta rede com interferência […]
14 de maio de 2018

Eu quero total e mútua entrega, #devir28

– É sempre um mesmo sentimento que me incomoda muito. Apesar de serem situações diferentes, os sonhos têm isso em comum. Hoje sonhei que ela estava […]
7 de maio de 2018

O caçador e o assassino, #devir27

Por um longo tempo temos caminhado. Nosso grupo não é grande. Somos eu e mais 13 pessoas. Algumas amigas, cinco filhotes, dois anciãos e outros homens. […]
30 de abril de 2018

Pátria: uma invenção, #devir26

Estávamos já deitados na cama. Eu, vendo aquela série no Netflix e ela, no seu celular, pra variar. – Você sente-se um latino? – ela pergunta. […]
23 de abril de 2018

O conhecimento é filho do desejo da descoberta, #devir25

Eu estava puta. Fui entregar meu trabalho de conclusão na faculdade, que, modéstia à parte, estava incrível. Além de grande conhecimento sobre o assunto, tenho vasta […]
16 de abril de 2018

Inteligência coletiva não é a soma das galinhas individuais, #devir24

— Muito bem, meus caros ouvintes, aqui estamos juntos para mais um fenômeno de inteligência emergente. A plateia está cheia hoje, não é mesmo, Silva? — […]
9 de abril de 2018

O que eu tenho, doutor?, #devir23

Não dava mais. Passava mal em todo lugar que ia. Naquele estado em que me encontrava as pessoas sempre me olhavam com estranheza, com uma certa […]
2 de abril de 2018

O fim do mundo único, #devir22

Entrei correndo para a palestra desse cara. Todos na universidade estavam falando sobre ele, um expert em inovação. Bom, me parecia legal. Cheguei meio atrasado. Ao […]
26 de março de 2018

A arte de dizer “não”, #devir21

Juvêncio dizia sim pra tudo. Conhecido como uma pessoa super gentil, estava disposto a fazer coisa sempre. Não gostava de decepcionar as pessoas. Sempre evitava discussões, […]
19 de março de 2018

Receita para o tempo, #devir20

Verônica é uma arquiteta. Em seu escritório trabalha com mais duas pessoas. Uma que ajuda no atendimento e outra que dá uma força geral nos projetos. […]
12 de março de 2018

Os três flagelos de deus: Gaia, Cronos e Zeus, #devir19

Estavam Gaia, Cronos e Zeus, preocupados como em nenhum outro momento da eternidade, em plena discussão sobre a humanidade. Com toda potência que exerciam sobre nós, […]
5 de março de 2018

Aceite o seu descontrole sobre tudo, #devir18

O Guto é meu amigo há muitos anos. Eu já me acostumei com ele, mas imagine um cara que, em qualquer coisa que faz, quer sempre […]
26 de fevereiro de 2018

Quando parei de ensinar, ela começou a aprender, #devir17

Ela foi até a estante repleta de livros. Olhou… olhou… Pegou um e começou a folhear. Devolveu. Pegou outro: – Ah, este sim! E se sentou […]
19 de fevereiro de 2018

É por isso que sou feliz, #devir16

Uma amiga disse para mim que eu sou uma pessoa feliz. Bom, acho que me considero feliz sim. Talvez por ser muito otimista, talvez porque de […]
12 de fevereiro de 2018

Primeira carta de Deus para a Humanidade, #devir15

Quando comecei a criar o universo onde lhe permito habitar, estava muito inspirado. Haveria de ter uma harmonia em tudo, portanto, me dediquei a inventar as […]
5 de fevereiro de 2018

Diálogos da Maia e Êutica sobre escola, #devir14

Maia – O que é escola? Êutica – É o lugar onde você aprende. Maia – Mas a escola é um lugar? Êutica – Como assim? […]
29 de janeiro de 2018

Pessoagrafia, #devir13

Vitória. Minha mãe uma vez me disse que foi isso que ela sentiu eu dizer pra ela quando, ainda grávida, me perguntou: Qual seu nome? Já […]
22 de janeiro de 2018

Escola: pra que mesmo?, #devir12

Eu tenho dois filhos, um casal. Meu menino tem 8 anos, chama Claudio. E a Bianca, tem 11 anos. Estão prontos para ir à escola. Entramos […]
15 de janeiro de 2018

O melhor momento do seu dia, #devir11

Você não quer acordar. Dormiu mal. Após ter deitado, estando pra pegar no sono, você resolveu iluminar seu rosto perdido em si mesmo com a luz […]
8 de janeiro de 2018

Contos do senhor barba enxadrista, #devir10

Estava caminhando quando ouvi um senhor anunciar em alto e bom som na praça: – Quem quer a sabedoria sem dificuldade, ter sucesso sem nenhum esforço […]
1 de janeiro de 2018

Os contextos dos sentidos imprevisíveis , #devir9

O Sr. Passus despertou. Espreguiça, senta, bebe seu copo de água. Vai ao banheiro e, ao se ver no espelho, se desconhece se reconhecendo. Ele estava […]
25 de dezembro de 2017

Quem somos nós?, #devir8

Quantos de nós existem por aí? Há um conceito no budismo tibetano chamado tulku. Na tradição tibetana a explicação que se dá é que tulku é […]
24 de dezembro de 2017

Rebeldes Criativos: geração de inovadores

Quem são os rebeldes criativos, a geração de inovadores que cria novos mundos sociais?   Só é inovação se dá dinheiro Vivemos uma crise de inovação. […]
18 de dezembro de 2017

Folha solta do diário de Antonio Zeroastro, de 13 de maio de 2021 – Me deixe ser, #devir7

Não quero, não gosto, me nego. Me deixe em paz, quero ser o inútil que você tanto repudia e lhe amedronta. Sou a pessoa das coisas […]
11 de dezembro de 2017

Invisível à sombra do entre-nós, #devir6

O Rômulo não olha mais pra mim. Saiu outra espinha no nariz. Reprovei no exame de ballet. Fiquei de recuperação de geometria. Aquele professor tarado de […]
4 de dezembro de 2017

Para mudar de vida, #devir5

Depois fiquei sabendo que aqueles dois amigos estavam exaustos, faziam vários anos, de levarem a mesma vida, fazendo as mesmas coisas, tendo ano após ano os […]
27 de novembro de 2017

Quando meu pai deixou de ser pai, me tornei mais humano, #devir4

Logo que nasci lembro que a primeira coisa que vi foi um rosto masculino. Achei que era meu pai. Só que não. Era o médico mesmo. […]
20 de novembro de 2017

Cão-cidadão – quando a liberdade termina com a cão-cidadania, #devir3

Pedi uma pinga com limão no buteco do bairro. Gostava de ficar ali, apoiado naquele balcão que, de tão rente à calçada, praticamente lhe empurrava para […]
13 de novembro de 2017

A ironia patriarcal, mítica, sacerdotal, hierárquica e autocrática de nossa civilização, #devir2

Aqueles humanos que fomos não conheciam o tempo. Eram plenos de potência em tudo que faziam. Nada deviam ao passado. Nada esperavam do futuro.   Alegres, […]
6 de novembro de 2017

O encontro do peixe heraclitiano com os redemoinhos monocromáticos, #devir1

O peixe zomba do homem que acredita que o rio é sempre o mesmo. – Menino novo… – diz a tilápia enquanto chega à superfície para […]
12 de outubro de 2017

Saiba tudo sobre Fine Art

Quando falamos Fine Art podemos estar fazendo referência a duas coisas. 1) As belas artes; 2) Ao processo de impressão fine art. Sobre as belas artes, temos […]
12 de outubro de 2017

Certificado de Autenticidade

Todas as obras fine art acompanham de certificado de autenticidade emitido pelo programa Certified Printing, que por sua vez é um programa da Canson INFINITY, que é a […]
22 de abril de 2017

O desejo

Não sou de alguém. Não sou de ninguém. Sou de todos. Pertenço aos sonhos de todos os outros. O encontro do humano com cada um. A […]
31 de janeiro de 2017

O desejo morreu de inanição

A crise do desejo é a crise da liberdade. As pessoas não sabem o que desejam mais. Criam-se metodologias para descobrir o que você curte, o […]
1 de janeiro de 2017

O jovem Marx já nasceu velho

Lembranças de um socialismo utópico. Assisti o trailer de um filme que aguardo ansiosamente para ver. Chama-se DER JUNGE KARL MARX (O jovem Karl Marx). Meu […]
31 de dezembro de 2016

Contra a imanência histórica

Reconhecendo posturas míticas diante da história. Olhe para aquele mundo na pré-virada do milênio. Lembra dele? Veja tudo o que aconteceu de lá pra cá. Deve […]
22 de dezembro de 2016

Não saber é uma descoberta

Descobri que nada sei. Sei de coisas pretéritas. E para saber de coisas futuras. Preciso redescobrir as mesmas coisas. Leia também no Medium.  
22 de dezembro de 2016

Redescobrir

Tudo que sei aprendi descobrindo. Mas ao lembrar as coisas que já sei, descobrir novamente sempre preciso. Leia também no Medium.  
22 de dezembro de 2016

Invenção do desconhecido

Não guardo tudo que sei. Não sou HD, pendrive, cartão de memória. Sempre reaprendo tudo que preciso. Brinco, danço e invento o desconhecido. Leia também no […]
22 de dezembro de 2016

Aprender

Aprender é um caminhar na descoberta. Êxtase no inesperado. Reinvenção do óbvio. Exploração do desconhecido. Leia também no Medium.  
22 de dezembro de 2016

Poema em linha reta

Fernando Pessoa (sob o pseudônimo de Álvaro de Campos) Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. E eu, […]
27 de novembro de 2016

Existiria uma sala de aula mais humana?

Parece um contra-senso. E é. A escola, este subproduto da revolução industrial, que roda o malware do ensinamento criado há mais de cinco mil anos pelos […]
 

Receba minha Newsletter